criança com roupa de adulto

Uma das principais dúvidas de todas as mamães na visita ao pediatra é: Meu filho está abaixo do peso ou altura? 

A maioria dos médicos vem sempre com aquela história de que se a criança está se alimentando bem não há necessidade de se preocupar com as curvas. Mas então, por que elas existem e por que o pediatra adora fazer aquele pontinho no livrinho de saúde dos nossos filhos?

Resolvemos pesquisar sobre o assunto para trazer essa informação tão valiosa para pais e mães que estão sempre atentos a saúde de seus filhos.

Curva de crescimento. O que é isso?

A OMS (Organização Mundial de Saúde) desenvolveu um padrão internacional de acompanhamento do crescimento das crianças e bebês no mundo. Essa padronização nos parâmetros torna possível avaliar crianças de todos os países e etnias e facilita a detecção de problemas ligados a obesidade ou desnutrição.

Como os gráficos funcionam?

grafico de crescimento

Existem gráficos de crescimento separados para peso, altura e perímetro cefálico.

Estes representam simplesmente o peso médio, a altura ou a circunferência da cabeça de um grupo de crianças normais. Você verá as linhas de percentil no gráfico em execução paralelas umas às outras. As linhas percentuais incluem 3%, 15%, 50%, 85%, 97%.

Se o peso de uma criança está na linha do 50º percentil, isso significa que, de 100 crianças normais da sua idade, 50 serão maiores do que ela e 50 menores.

Da mesma forma, se ela está no 75º percentil, isso significa que ela é maior que 75 crianças e menor que apenas 25, em comparação com 100 crianças de sua idade.

O que os gráficos de crescimento nos dizem?

Os percentuais de crescimento por si só não dizem muito. O que realmente importa é a taxa de crescimento:

  • Uma taxa normal de crescimento significa que os pontos de crescimento da criança seguem de perto uma linha percentual no gráfico.
  • Geralmente, não devemos nos preocupar com o crescimento, seja ele insuficiente ou excessivo, até que a taxa de crescimento de uma criança tenha cruzado pelo menos duas linhas de percentis (por exemplo, acima do percentil 90 até abaixo do 50º).
  • Se o peso, a altura ou o tamanho da cabeça de uma criança estiver abaixo do 5º percentil, é importante verificar se os pontos de crescimento dela sempre acompanharam a linha do 5º percentil – o que significaria que sua taxa de crescimento é normal – ou se ela está caindo de repente, o que é mais preocupante.

Para saber se uma criança é muito magra ou está com excesso de peso, existe um gráfico “peso por altura” ou um índice “IMC”. Estes dizem se o peso do seu filho está próximo do que deveria ser, considerando a sua altura.

Como saber se está tudo certo com o crescimento da criança?

filho fora do peso ou altura

Um dos primeiros sinais de que uma criança não está recebendo calorias suficientes é quando seu peso aumenta a uma taxa muito mais lenta do que sua altura e começa a cair abaixo de duas linhas percentuais.

  • Dependendo da extensão da má ingestão calórica, a altura da criança pode ficar “atrofiada”, isto é, a altura começa a descer no gráfico de crescimento.
  • Se a falta de nutrição é severa e contínua por um longo período de tempo, o crescimento da cabeça diminui, indicando que não há calorias suficientes para o cérebro crescer a uma taxa normal.

Da mesma forma, um aumento constante no peso, enquanto a altura da criança aumenta a uma taxa muito mais lenta, indica que ela pode estar colocando muita gordura extra em seu corpinho. Isso pode ser uma coisa boa ou um sinal precoce de risco de obesidade.

É muito comum, por exemplo, que a criança caia um número no percentil, principalmente nas fases em que o interesse pelos alimentos é substituído pelo brincar, perto do primeiro aniversário.

Nos primeiros 24 meses do bebê o fator que mais interfere no crescimento e ganho de peso é a nutrição. Após esse período os fatores genéticos (altura e peso dos pais) também passam a ser influenciadores dessas medidas.

Também podem ser influenciadores do crescimento:

– Atividades físicas

– Uso de determinados medicamentos

– Fatores emocionais e psicológicos

– Algumas doenças

Quais medidas são as principais? Meu filho está fora do peso ou altura?

A curva de crescimento avalia em especial o comprimento, o perímetro da cabeça e o peso.

Durante os primeiros 12 meses de vida o perímetro cefálico deve ser rigorosamente acompanhado, pois é através dessas medidas que o médico consegue detectar possíveis problemas e doenças neurológicas.

 

Dicas valiosas para interpretar os gráficos

  • Coloque o gráfico de crescimento no contexto: 

O crescimento e desenvolvimento de nenhuma criança é sempre tão suave e perfeito como as linhas do mapa. As crianças saltam para cima e para baixo nas tabelas de crescimento, dependendo do apetite, problemas de alimentação, doenças, etc.

 

  • Considere outros sinais de boa saúde:

Seu filho parece feliz e saudável? Está fazendo um bom progresso no desenvolvimento? Se as respostas forem sim, um problema é menos provável que seu filho esteja abaixo do peso ou altura

 

  • Quando se preocupar

criança chorando

Se a taxa de crescimento do seu filho diminui (peso, altura ou tamanho da cabeça) e cai abaixo de duas linhas percentuais, então você deve começar a explorar a razão do baixo crescimento. Esse é o sinal de alerta de algo não vai bem.

Não fique obcecado com cada subida e descida do gráfico de crescimento do seu filho. Verificando esses detalhes descritos aqui você conseguirá saber se seu filho está abaixo do peso ou altura.

Isso só é potencialmente um problema quando há uma tendência persistente de queda, geralmente durando muitos meses.

Espero que esse texto tenha sido esclarecedor. Não deixe de visitar o site da OMS, pois lá você encontra todas as tabelas e muitas informações importantes sobre esse assunto.

Sou Marília Tannuri Verni, mãe de 2 meninos (Ian – 11 anos e Lorenzo – 4 anos), publicitária, idealizadora do Portal Grávida em Campinas e Proprietária da loja infantil on line Petit Papillon Bebê & Criança. Uma apaixonada pelo universo infantil e por todas as chances que a maternidade nos proporciona.

Referências bibliográficas utilizadas: Ministério da Saúde / Organização Mundial da Saúde / Sociedade Brasileira de Pediatria

Você pode querer saber também as formas de tratar o colesterol elevado em crianças.

Como saber identificar se meu filho está abaixo do peso ou altura?

Post navigation